Festival RTP da Canção 2017 | Concorrentes - Parte I

janeiro 27, 2017


A RTP decidiu apostar novamente no Festival da Canção, para escolher a canção que irá representar Portugal na Eurovisão 2017. Este ano a estação publica inovou um pouco, permitindo a um festival mofado, respirar novos ares com a alteração de algumas normas.

O canal convidou 16 compositores, de géneros musicais diferentes, entre eles, Luísa Sobral, Márcia, Rita Redshoes, Noiserv, Celina da Piedade, Samuel Úria, Nuno Gonçalves, Pedro Silva Martins, Tóli César Machado. João Pedro Coimbra, Nuno Figueiredo, Pedro Saraiva, Nuno Feist. Jorge Fernando, João Só e Héber Marques.

Márcia, Golden Slumbers, Fernando Daniel, Deolinda Kinzimba, Rui Drumond, Lisa Garden, Salvador Sobral, Viva La DivaDavid Gomes, Lena D'Água, Beatriz Felicio, Pedro Gonçalves, Helena Kendall. Celina da Piedade, Jorge Benvinda e Elisa Rodrigues são os intérpretes escolhidos pelos 16 compositores.

Márcia



Com influências pop, indie e folk, Márcia canta e compõe desde 2009, contando com 4 álbuns lançados, até ao momento. Ficou famosa pela participação em banda sonoras de novelas portuguesas, como Rosa Fogo, Coração D'Ouro ou Amor Maior

Eu pessoalmente gosto muito deste tipo de música mais suave e com alma, num timbre de voz inconfundível da intérprete, peca apenas por não ser conhecida pelo grande público. A Insatisfação (aqui), Deixa-me Ir (aqui) ou A Pele Que Há Em Mim (aqui) são algumas das músicas conhecidas de Márcia.

Fernando Daniel | Nuno Feist



O Fernando Daniel talvez seja o cantor português mais falado dos últimos tempos, concorreu ao X Factor e venceu o The Voice Portugal. A sua prova cega foi a mais vista do mundo em 2016 (aqui), com a música When We Were Young da Adele, liderando os trends mundias do Twitter. Chandelier (aqui), Dancing On My Own (aqui) ou How Am I Supposed to Live Without You (aqui) são algumas das melhores participações do cantor no programa.

O compositor da música é o Nuno Feist, concorrente assíduo no festival, com canções muito datadas ou teatrais, como em 2008 (aqui) ou em 2012 (aqui), que não resultam no panorama musical europeu. O Fernando Daniel com um tema pop/rock, tem tudo para alcançar um bom resultado, talvez um top 10 na Eurovisão, mas com o Feist não prevejo um bom resultado (espero estar enganado).

Deolinda Kinzimba | Rita Redshoes



Vencedora da 3ª edição do The Voice Portugal, tornou-se a primeira mulher a vencer o talent show em Portugal, tendo como mentor o cantor, Mickael Carreira. Conquistou os portugueses cantando baladas da Beyoncé, Whitney Houston ou Christina Aguilera, como Listen (aqui), I Have Nothing (aqui) e Hurt (aqui).

Lançou o seu primeiro single em 2016, Primeira Vez (aqui) e participou na dublagem do filme de animação, Sing da Universal Pictures. Uma diva portuguesa com uma grande voz, que poderá conquistar os europeus com uma balada forte. E com a Rita Redshoes como compositora, tenho a certeza que sairá coisa boa dali.

Rui Drumond | Héber Marques



Rui Drumond, ficou conhecido por participar no talent show da RTP, Operação Triunfo. Representou com a Luciana Abreu o país na Eurovisão em 2005, com a canção Amar (aqui). Mas alcançou a fama como vencedor do The Voice em 2014, impressionando logo na prova cega (aqui) com a música Wrecking Ball da Miley Cyrus.

Depois da vitória, lançou alguns singles com sucesso, como Guardo-te Aqui (aqui), Parte de Mim (aqui) ou Superstition (aqui). Neste caso o compositor casou bem com o intérprete, prevejo uma óptima dupla, para quem não sabe o Héber Marques é o vocalista dos HMB.


Este é o primeiro post que dedicarei aos concorrentes do 51º Festival RTP da Canção, para semana publicarei a 2ª parte do post, na qual identificarei mais quatro bons candidatos a uma boa representação portuguesa.

O que acham dos concorrentes do festival? Gostam do Festival da Canção e da Eurovisão? Preferem uma canção em português ou em inglês?

Paulo Faria

You Might Also Like

0 comentários