Música | O que esperar de 2017?!

janeiro 07, 2017


O ano ainda mal começou e já temos pelo menos 5 álbuns lançados até ao momento, entre eles constam, Reflection de Brian Eno ou Angel's Knock da banda sul coreana AOA. O ano de 2017 trás consigo grandes regressos aos álbuns de estúdio, como Sepultura, Fergie, Zara Larsson, Amy Macdonald, Nelly Furtado, Arcade Fire, Avril Lavigne, Coldplay, Exodus, Goldfrapp, Gorillaz, Jason Derulo, John Mayer, Katy Perry, Kylie Minogue, Pitbull, Charli XCX, Marron 5Paloma Faith, Papa Roach ou Shania Twain,

Então decidi elaborar a minha própria lista, dos álbuns que aguardo ansiosamente pelo lançamento, utilizando como único critério o meu ecléctico gosto musical. Vamos a isso?! Coloquem os phones e cliquem no play...

Drake


Foi um dos artistas com maior visibilidade em 2016, não só pela sua carreira artística mas também pela sua vida pessoal, sucessos como One Dance ou Hotline Bling, atingiram milhões de views no Youtube em pouco tempo. E 2017 promete ser o ano do Rapper, com o lançamento do seu álbum intitulado More Life, que segundo o próprio, será uma playlist.

Blondie


Desde criança que ouço os Blondie, uma banda com mais de 40 anos de carreira, quem não conhece clássicos como Heart of Glass, Maria ou Call Me. Este é talvez o álbum que anseio mais, pela curiosidade de saber como estes ícones de várias gerações, irão adaptar-se aos dias de hoje musicalmente. 

Father John Misty


Misticismo, intriga, ousadia são adjectivos que encontro para caracterizar as músicas interventivas do alter-ego de J. Tillman. Não são músicas para todos os ouvidos, mas certamente para quem gosta de letras com alusões e ironias, que nos fazem reflectir na actualidade ou na política. Sugiro Hollywood Forever Cemetery Sings ou Holy Hell, um cantor para nichos mas sem dúvida uma pérola no meio de tanta bijutaria actual.

Lorde


Depois de Royals e de ser considerada uma das promessas da música pop, Lorde tem como missão superar o óptimo álbum de estreia, Pure Heroine. A cantora neozelandesa foi uma pedrada no charco no mundo da pop, inovando com a sua irreverência. Desejo que surpreenda-nos em 2017, como o seu novo álbum.

Fleet Foxes


Depois de um hiato de 5 anos, os Fleet Foxes voltam prometendo inovar e trazer novas sonoridades e influências ao género indie-folk. Eu gosto mundo deste tipo de música, que busca nas suas raízes culturais o seu diferencial, algo que Portugal chamamos a world music. Mykonos e White Winter Hymnal, são as minhas sugestões, vale também referir a qualidade artística dos videoclipes, são lindos.

Christina Aguilera


Uma das princesas da Pop vai voltar em 2017, depois dos fracassos Bionic e Lotus, Xtina promete algo em grande e digno da sua super-voz. Será desta que a Christina Aguirela retornará ao sucesso? Esperemos bem que sim, porque é uma grande artista e bem merece, tem mostrado o seu valor como mentora do The Voice USA e como actriz no filme Burlesque. Os seus últimos hits foram duetos com artistas do momento como Pitbull, em Fell This Moment ou Moves Like Jagger com os Marron 5.

Grandaddy


Way We Won't e A Lost Machine  prometem ser o regresso em grande dos Grandaddy, depois de 10 anos parados. A notícia do novo álbum em 2017, foi dada por um dos membros da banda pela rede social Twitter, levando os fãs ao rubro. 

Bruce Springteen 


O Boss está de volta! Pouco se sabe do novo disco, mas será a solo e com uma forte carga política implícita nas letras, afinal inspiração não lhe falta com a actual conjuntura política dos EUA. Mas de Bruce Springteen só espero coisas boas, afinal basta ouvir Born in the USA, para saber que vem aí música com M maiúsculo. 

Kelly Clarkson


Depois de 7 discos lançados, a eterna vencedora do American Idol volta com um novo álbum de originais e com uns quilinhos  a mais (nada contra). Depois de sucessos como Because of You, Stronger ou Piece by Piece, será que nos vai voltar a surpreender?

U2


With Or Without You ou Beautiful Day marcaram-me a mim e aos U2. Depois do fracasso de Songs of Innocence com o flop do lançamento digital da Apple, o acidente do Bono e os concertos adiados por causa dos ataques de Paris em 2016, a banda promete ultrapassar a maré de azar, com o novo disco. Intitula-se Songs of Experience.


Gostam das minhas escolhas? Sugestões?

Paulo Faria

You Might Also Like

0 comentários