FX | Feud: Bette and Joan

julho 21, 2017


Feud: Bette and Joan de Ryan Murphy (American Crime Story) centra-se na lendária rivalidade entre Bette Davis e Joan Crawford. Duas divas da época de ouro de Hollywood, com as carreiras em declínio, decidem colocar as diferenças de lado e aceitam protagonizar o filme, What Ever Happened to Baby Jane?. Apesar das óptimas interpretações e do sucesso comercial, o filme ficará marcado na História do cinema, pelos seus bastidores e pela luta de egos de Davis e Crawford, sob o olhar manipulador da imprensa cor de rosa.

Logo que apareceram as primeiras notícias sobre a série, a temática e o elenco despertou a minha curiosidade, logo apontei-a como uma das séries a ver em 2017 (post, aqui) e não enganei-me. Ryan Murphy continua inspirado, depois da memorável ACS: The People vs O. J. Simpson e a fantástica AHS: Roanake, o produtor conseguiu elevar a fasquia com a sua nova antologia, Feud.


Actualmente rivalidades como Taylor Swift vs Katy Perry ou Miley Cyrus vs Selena Gomez parecem brigas de crianças, perto dos embates de proporções bíblicas de Bette Davis (Susan Sarandon) com Joan Crawford (Jessica Lange). Rivais na profissão e na vida pessoal, tudo era motivo para uma discussão entre as duas, mas a bomba detonou nas gravações de What Ever Happened to Baby Jane?. Dos bate-bocas à violência física, nem a Coca-Cola e Pepsi escaparam, a série explora muito bem a rixa de ambas no set de filmagens ou seria no campo de batalha?! 

Mas engana-se quem pensa que esse é o seu mote, a série segue por caminhos mais sinuosos, criticando uma Hollywood machista manipuladora , questionando e comparado os produtores de cinema a uma máquina trituradora de talentos, que idolatravam e endeusavam as divas enquanto eram belas e jovens, colocando-as de lado depois dos 40, priorizando a beleza e jovialidade, em prol da verdadeira arte. Murphy consegue abordar a precariedade laboral das mulheres em Hollywood, fazendo um paralelo com a actual indústria cinematográfica, que infelizmente pouco ou nada mudou, continuando a prevalecer o físico. 


Não existem palavras para definir o talento de Jessica Lange (American Horror Story), sei que sou fã desta maravilhosa actriz, mas mais uma vez ela brilhou como Joan Crawford e nos episódios finais ela simplesmente arrasou. Construindo uma Joan amargurada com a vida, ácida nas palavras e desesperada em busca da beleza eterna, encarnando uma mulher vítima do passado num processo doloroso de decadência física e moral. Se no inicio a série apresenta-nos uma Crawford estereotipada e superficial, ao longo da história a personagem desconstrói-se em várias camadas, revelando uma lutadora e acima de tudo uma sobrevivente numa indústria individualista. O espectador em certa altura, começa a olhá-la de outra forma, sentido pena mas também admiração pela força daquela mulher que não sabia cruzar os braços e assistir ao seu declínio, e isso deve-se muito ao talento de Lange, que humanizou-a. As cenas finais da personagem são perturbantes e arrepiantes, uma aula de interpretação, é magistral a entrega de Jessica Lange à personagem, sente-se a tristeza no seu olhar.


Susan Sarandon (Bernard and Doris) é um ícone do cinema e ninguém melhor do que ela para interpretar uma das maiores actrizes de sempre, a grande Bette Davis. Irrepreensível, é o melhor adjectivo para definir a actuação de Sarandon, conseguindo manter-se fiel à original, seja nas expressões ou na maneira de falar, sem cair na caricatura. Davis era uma actriz ambiciosa, procurava sempre a perfeição nas suas interpretações, relegando a beleza para segundo plano, tudo isso está presente na composição de Susan, até o olhar intimidador da Medusa de Hollywood. O lado de dona de casa de Davis, foi um dos pontos que mais gostei da personagem, é interessante o contraste da sua vida suburbana com o luxo de Joan e também a desilusão como mãe, algo que liga ambas as actrizes. Destaco a cena em que Bette Davis perde o Oscar para uma actriz mais nova e Joan Crawford segue até ao palco para recebe-lo, é sem dúvida a melhor cena de Susan Sarandon, conseguimos ver a humilhação espelhada no seu rosto e sentir o desmoronar de um sonho e a angústia da aproximação do fim da carreira.


Mas a série não vive apenas de Jessica Lange e Susan Sarandon, todo o elenco sobressai, com destaque para Judy Davis (The Starter Wife), Jackie Hoffman (Gilmore Girls) e Alison Wright (The Americans). Esperava mais da participação de actrizes como Kathy Bates ou Catherine Zeta-Jones, quase figurantes ao longo da série, também tive pena da participação reduzida de Sarah Paulson como Geraldine Page, merecia uma personagem ao seu nível. Nos homens o destaque vai para dois grandes nomes do cinema, Alfred Molina (The Normal Heart) e Stanley Tucci (Monk), também saliento a boa prestação de Dominic Burgess (The Leftovers).


A produção está de parabéns e merece todos os elogios possíveis, pelo capricho na cenografia, caracterização e figuro. Cada cenário reflecte a personalidade da personagem, vemos isso com os móveis forrados com plástico na mansão de Crawford personificando o medo de envelhecer ou o despojamento de Davis, com uma casa normal como qualquer outra de um bairro suburbano de Los Angeles. Sente-se uma atmosfera de glamour e luxo presente em espaços como o restaurante, ponto de encontro social da série, mas o kitsch também abunda na decoração dos cenários, como no exagero das cores ou em alguns objectos decorativos. A caracterização e o figurino das personagens principais é soberba e sem falar na excelente e detalhada reconstituição dos filmes, tanto nos cenários como nas roupas das cenas reproduzidas.

Uma série a não perder com interpretações únicas, sobre duas mulheres singulares, inesqueciveis e temperamentais, que questiona o papel feminino no mundo do cinema, bem como a beleza e o talento, numa indústria sexista. Uma tinha a beleza a outra o talento, complementando-se uma à outra, mas o orgulho reprimia uma disfarçada admiração mútua.



Já viram? Qual a vossa opinião?


Avaliação IMDb: 8.6
Avaliação do blog: 10

Paulo Faria

You Might Also Like

14 comentários

  1. Muito interessante! Não conhecia esta série, mas fiquei mesmo curiosa e vou procurar ver!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho a certeza que irás gostar :) Obrigado pela visita, Inês :)

      Eliminar
  2. Eu também não conhecia a série. Mas ela parece muito bem produzida, com atrizes de peso e com uma história ótima. Adotada a dica :)

    Psicose da Nina | Instagram
    Colunista no Estante Diagonal

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Depois comenta se gostares :) Obrigado pela visita, Nina :)

      Eliminar
  3. Hm....estou a ver que também gostas muito de cinema. Vou ver se logo vejo esse.
    Já meti o teu blog na pasta dos blogues que leio para vir cá mais vezes. Beijinho e bom fim de semana

    http://diamonds-inthe-sky.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim adoro cinema, obrigado por seguir-me e pela visita :) Bjnhs

      Eliminar
  4. Olá Paulo! Eu não conhecia essa série, mas parece ser bem interessante ver como seria o outro lado da fama, principalmente os embates entre os famosos.
    Bjks!

    https://mundinhodahanna.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim é muito interessante, eu adoro os bastidores :) Obrigado pela visita, Hanna :) Bjnhs

      Eliminar
  5. Tenho-a em lista de espera, mas dá-me uma preguiça por causa dos episódios de 1h.

    MRS. MARGOT

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A maioria das séries que assisto são de episódios longos, por isso já estou habituado :) Obrigado pela visita, Mrs. Margot :)

      Eliminar
  6. Não conhecia a série, mas pareceu-me muito interessante. Adoro o elenco! Também sou fã da Jessica Lange! A mulher é incrível!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo, a Jessica Lange é incrível em tudo o que faz, como não adorá-la?! Obrigado pela visita, Joana :)

      Eliminar
  7. Sou fã das duas atrizes e de quem elas interpretam. Ainda não consegui assistir a série toda, mas os episódios que vi adorei! :)

    Beijos,
    Pri
    www.vintagepri.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se gostou dos primeiros episódios vai adorar os últimos :) Obrigado pela visita, Pri :)

      Eliminar