Cinema | Death Note

setembro 12, 2017


A Netflix surpreendeu todos quando anunciou uma adaptação cinematográfica de Death Note, um anime japonês idolatrado por uma legião de fãs em todo o mundo, com 37 episódios produzidos pelo estúdio Madhouse. Hollywood não é famosa pelas adaptações asiáticas, são poucos os sucessos comerciais e de crítica, como Godzilla, Rings ou The Grudge, mas os fracassos são muitos e o exemplo mais recente é o fiasco comercial de Ghost in the Shell.

A produção liderada por Adam Wingard (um nome do terror) enfrentou duras críticas logo de início, ao escolher um elenco ocidental menosprezado a cultura asiática, a americanização é um erro clássico de outras produções do género, como Dragonball Evolution. Admito que não fez diferença para mim, porque não vi o anime (devo ser o único haha), assim a trama consegue abranger um público mais diversificado,  mas também percebo a indignação dos fãs.  


Tudo começa em Seattle (EUA), quando inesperadamente cai um caderno do céu, Light Turner (Nat Wolff) encontra-o, sem saber que se trata do Livro dos Mortos. Um caderno que permite ao seu portador matar qualquer pessoa conhecida, escolhendo a causa e hora da morte. Influenciado por Ruyk (Willem Dafoe), Light decide utilizar o livro para combater o crime, tornando-se um justiceiro e atraindo os olhares críticos das autoridades e a atenção de (Lakeith Stanfield), uma mente brilhante contratado para desvendar o mistério da identidade do vingador Kira (pseudónimo de Light).


A melhor personagem do filme é o Ryuk, um shinigami que em japonês significa "Deus da morte", com a voz de  Willem Dafoe (o eterno Green Goblien de Spider-Man), o trabalho de caracterização e de efeitos especiais é brilhante, bem como o tom irónico e provocativo. Altamente persuasivo, ao longo da trama consegue manipular a seu belo prazer o ingénuo Light, manuseando-o como uma marioneta. Mas apesar da credulidade da personagem principal, Nat Wolff (Paper Towns) é competente ao encarnar o jovem aspirante a super-herói, notando-se uma evolução no final com a perspicácia e a audácia do seu plano.   


Margaret Quallety conhecida pela aclamada série The Leftovers da HBO, surpreende pela positiva com uma personagem bem construída de carácter duvidoso e controlador. Outro que se destaca é Lakeith Stanfield (Get Out) que fisicamente é completamente diferente do original, mas aqui a mudança joga a favor da trama e a complementa, mantendo a essência de L. Uma interpretação marcante do actor, preservando os trejeitos e movimentos nervosos da personagem do anime.


Pela positiva ainda destaco, a banda sonora repleta de clássicos do rock e do pop da década de 80, que aprofundarei num futuro post. Mas infelizmente nem tudo é perfeito neste filme, antes pelo contrário, logo no inicio pareceu-me estar a assistir uma das sequelas do Final Destination com aquelas mortes inesperadas que acontecem a qualquer momento e sem lógica nenhuma, mas adoramos pelos efeitos visuais. Peca na ligeireza da trama, causando pouco impacto em momentos fortes da história e as transições entre o terror e a comédia não ajudam em nada. Em suma, o filme prometeu muito e mostrou pouco, muito pouco, visualmente é impecável e tem um elenco competente, mas a leveza e americanização do roteiro torna-o pouco envolvente e facilmente esquecível

Avaliação IMDb: 4.6
Avaliação do blog: 6




Já viram? Qual a vossa opinião?


Paulo Faria

You Might Also Like

35 comentários

  1. Eu vi o anime, quando vi que a Netflix faria uma adaptação soube logo que ia correr mal. Vi o filme e conseguiu ir abaixo das minhas poucas expectativas. Para os fãs do anime é uma desilusão, mas para quem não teve outro contacto com a história até é relativamente bom. Mas recomendo o anime, ele conta uma história magnífica!

    www.thelittleangieblog.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu vou tentar ver o anime, tem no catálogo da Netflix pt e como só leio coisas boas, tenho de vê-lo :) Obrigado pela visita, Angie :)

      Eliminar
  2. Nunca assisti, mas fiquei imensamente curiosa :)
    Passa no meu blog, nomeei-te para uma tag!

    Beijinhos,
    Melissa Sousa
    RECEITAS | COGUMELOS RECHEADOS COM ALHEIRA

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se assistires, depois dá-me a tua opinião :) Obrigado pela nomeação, mas não leves a mal, eu nunca respondo a tags. Obrigado pela visita, Melissa :)

      Eliminar
  3. Bá, eu queria assistir.. mas depois da avaliação péssima da galera, confesso que desisti, pois tenho tantas outras séries e filmes pra assistir primeiro. hehe
    Galera judiou, né?!
    Abração!
    Morgana PZK

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu percebo, é muita coisa para ver e depois das críticas negativas, perde-se logo a vontade, mas sugiro que dês uma oportunidade, nem todos temos os mesmos gostos :) Obrigado pela visita :)

      Eliminar
  4. Eu assisti o filme mas não gostei nem um pouco. Isso que eu nem estou comparando com o anime, já que não li. Ai, muito chatinho e mal feito. Aquela garota me irritou o filme inteiro, e aconteceu tanta coisa sem noção que eu acabei não curtindo :/
    Abraço!

    Sorriso Espontâneo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu até gostei da personagem da Margaret, mas são opiniões e sobre o enredo confuso concordo :) Obrigado pela visita Betânia :)

      Eliminar
  5. Gostei do enredo!
    Não conhecia o anime, mas fiquei com vontade de assistir o filme.
    Vou colocar na minha lista.

    Beijos

    Camila Por Aí

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim tem uma sinopse muito interessante, pena que não souberam aproveitar. Obrigado pela visita, Camila :)

      Eliminar
  6. Que sinopse incrível, não sabia do que se tratava, Mas sua resenha foi bem feita e despertou a minha curiosidade. Já está na minha lista.

    www.universomacherie.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando assistir dê a sua opinião :) Obrigado pela visita, Dalliane :)

      Eliminar
  7. Comecei a ver o anime há muitos anos atrás, mas nunca cheguei a acabá-lo. No entanto percebo perfeitamente a indignação dos fãs devido ao casting. Acho que com uma história como esta, a representação devia ser essencial :/

    Ainda assim, quero na mesma ver para conseguir tecer a minha própria opinião.

    Beijinhos,
    Sónia Rodrigues Pinto
    By the Library

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu vou dar uma oportunidade ao anime, mas apesar do erro na escolha do elenco, o desempenho na representação, na minha opinião foi bem satisfatório, pena a pouca profundidade de algumas personagens. Obrigado pela visita, Sónia :)

      Eliminar
  8. Eu curto muito as produções asiáticas (animes, doramas, filmes). Geralmente os melhores remakes são dos filmes romanticos, embora não se compare ao original.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é, eu adoro os filmes de terror asiáticos, nomeadamente os coreanos...mas como dizes nunca se comparam aos originais :) Obrigado pela visita, Klíssia :)

      Eliminar
  9. Eu acho muito legal os filmes e séries produzidos nas terras asiáticas, mas confesso que tenho um pouco de medo. Dá pra se assustar? Sua sinopse está mega completa! Até :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é bem um filme de terror, para mim é mais um filme de acção, apesar de algumas mortes mais violentas e visuais. Mas digo isto numa perspectiva de quem não tem medo algum de ver cenas de terror, raramente assustei-me com algo haha Obrigado pela visita, Carolina :)

      Eliminar
  10. Quando mais novas adorava a versão em anime, mas devo confessar que estou receosa com a adaptação da netflix, mas vou dar uma chance !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se eras fã do anime, não sei se aconselho. Pois todos os fãs dizem mal da adaptação, eu como não vi, não posso opinar em concreto. Obrigado pela visita, Andressa :)

      Eliminar
  11. Por eu não ter visto nem um, nem outro, não posso simplesmente sair criticando aos extremos, mas vou ser bem sincera, quando vi uma comparação entre duas cenas que deveriam, em tese, ser a mesma, fiquei abismada com o fato de que o personagem principal não tem quase nada a ver com o personagem do anime, uma vez que é extremamente medroso e intuitivo, enquanto que no anime ele é muito badass, cheio de si e pronto para fazer ironias rs. Sei lá, acho que o filme deixou a desejar em muito para quem já acompanhava.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim a personagem principal é muito ingénuo e isso faz um pouco de impressão ao longo do filme, somente no final ele demonstra astucia, mas como não vi a versão original, não posso ter uma opinião. Obrigado pela visita, Kelly :)

      Eliminar
  12. Eu ainda não assisti, mas vejo muita gente falando bem e super viciadoos..rss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Depois você me dá a sua opinião, combinado?! Obrigado pela visita, Ingrid :)

      Eliminar
  13. Eu confesso que não sou muito chegada a animes porém acabei me interessando por essa adaptação, acho que pelo fato da história ser instigante me deixou extremamente curiosa.
    http://kombichic.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também não era fã de animes, mas este ano comecei a interessar-me e estou adorando alguns :) Obrigado pela visita, Thais :)

      Eliminar
  14. Oi Paulo, tudo bem? Ainda não assisti mas já vi tantas pessoas comentando que tenho a impressão de já ter assistido milhões de vezes (risos). Acredito que os fãs do HQ tinham uma certa expectativa, tal como os fãs de livros quando este será lançado no cinema. Sempre haverá diferenças afinal são plataformas distintas concorda? Gostei muito da sua resenha. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim concordo, as adaptações nunca geram consenso entre os fãs, dou-te o exemplo do filme Inferno, que ficou anos luz atrás do livro mas a série 13 Reasons Why é muito melhor que o livro original :) Obrigado pela visita, Érika :)

      Eliminar
  15. Eu comecei a assistir e não consegui terminar, acredita? Achei o Light muito babacão, confesso. Acho que senti falta de alguma coisa... Até achei sua avaliação alta rs
    Blog Criativíssimo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu avalio num todo, sim achei as personagens pouco profundas e um enredo pobre com algumas situações confusas, mas visualmente está perfeito, tecnicamente é bom, tem uma óptima banda sonora e o desempenho dos actores é satisfatório. Daí a minha nota :) Obrigado pela visita, Sâmia :)

      Eliminar
  16. Até que gostei da história. Algumas pessoas ja me falaram bem e outras mal. Confesso que estou ficando curiosa para assistir.. Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só assistindo para ter uma opinião, depois dê-ma :) Obrigado pela visita, Tamara :)

      Eliminar
  17. Assisti o anime uns anos atrás e amei, mas confesso que não vi o filme e nem tenho muito interesse hahaha essas adaptações quando ruins são muito frustrantes para quem é fã. Parabéns pelo post!
    By: atravesdaescrita.blogspot.com

    ResponderEliminar
  18. Eu ainda não assisti ao filme por receio, confesso.
    Muitas pessoas me disseram que fiou péssimo e coisas do tipo, por isso ainda estou enrolando. Já li muitas opiniões sobre e quero ver, para ter minhas próprias conclusões. Mas confesso que gostei do seu post, muito bem escrito e com ótimas informações.
    Beijos! <3

    ResponderEliminar
  19. Também estou entre os que ainda não assistiu pelo receio por conhecer o anime. Seu post ajudou a começar a criar coragem! Parabéns pelo conteúdo! :]

    ResponderEliminar